Com quais métricas de Inbound Marketing devo me preocupar?

Publicado em 28 de Setembro de 2015 - Tempo de leitura -

Kinho Mangerona - Responsável pelo Marketing Digital da Hook, jornalista e apaixonado por cinema.

Sim, o Inbound Marketing chegou em nossas vidas e veio para ficar. Oferecer aos clientes não apenas conteúdo, mas também resultados em conversões e vendas é algo que toda agência digital deveria fazer.

Porém, com a quantidade cada vez maior de informações que ferramentas de automação, como a HubSpot e RD Station, ficam dúvidas sobre quais números realmente são interessantes para o cliente e quais devem ser observados, mas não precisam ser trabalhados (pelo menos naquele momento).

Sempre ouvimos algumas perguntas como "quando meu inbound estiver a todo vapor, quais números devo observar?" ou "quais números me interessam?".

Há muitas razões para fazer uso de métricas e utilizá-las para entender o ROI de seu negócio, afinal esse é o objetivo no final do dia: vender e fidelizar.

Escolhemos 5 indicadores e métricas de inbound para que entenda um pouco mais sobre a análise de números nos primeiros momentos de seu projeto:

 

1 - Leads que voltam para seu ambiente inbound

Estudos indicam que 98% dos visitantes de seu site nunca irá voltar. É triste, mas real. Isso quer dizer que um lead "de retorno" é uma mercadoria valiosa.

Quando esse visitante, já cadastrado, volta significa que você está:

- Trabalhando um conteúdo diferenciado e atraente;
- Criando um envolvimento com potencial para vendas.

Vale pontuar esse tipo de experiência e traçar metas específicas. Por exemplo: quero aumentar o número de leads "de retorno", via Facebook, em 20% neste trimestre.


2 - Taxa de rejeição

Quase o oposto do item anterior, a taxa de rejeição é um grande desafio para a maioria dos sites.

As perguntas a serem respondidas são:

- Quem está deixando o seu site e por quais páginas eles saem?

- Qual a experiência a ser seguida com leads que entram diretamente por sua home page?

- Quais conteúdos estratégicos devo colocar nela para potencializar a conversão?

Se a taxa de rejeição em seu site for muito alta, vale repensar o layout ou até mesmo o conteúdo disponibilizado nele. Muitas pessoas saem de páginas por não encontrarem o que querem ou pela demora no carregamento.



3 - Leads

Como seus visitantes (suspects) estão se transformando em leads, ou seja, clientes potenciais que preencheram algum formulário inbound em sua página?

Existe uma fórmula bastante básica para entender sua taxa de conversão: taxa em que os seus visitantes estão convertendo = Leads ÷ Visitas.

No momento em que seu projeto de inbound já estiver caminhando e você começar a se preocupar com os estágios de meio de funil, algumas dúvidas devem ser respondidas:

- O que é um lead para meu negócio?

- Em que momento ele se torna um "lead qualificado"?

- Qual o momento de entregar os leads do departamento de marketing para vendas?

Esse é o momento de obter ajuda qualificada de sua agência de inbound e discutir um novo e importante momento do projeto: o Inbound Sales.




4 - Sua presença digital

Embora muito se discuta sobre essa métrica - se é ou não "métricas de vaidade" ou se está diretamente ligada à receita ou aumento de vendas -, é um bom indicador de branding ou relevância de seu conteúdo. É a "frente de batalha" de qualquer projeto inbound, e o seu público vai dizer se está ou não legal sem rodeios!

Se os seus números estão aumentando, ótimo, você está acertando no conteúdo. Se seus seguidores caindo, algo está errado e você precisa rever sua estratégia digital. Ajustes sempre existirão e a demanda pode mudar, dependendo do seu tipo de negócio.

Não se esqueça que a escolha de quais redes você deve trabalhar é fundamental. Dentre as dezenas de plataformas, como Facebook, LinkedIn, Twitter, Pinterest, Youtube e afins haverá um espaço para você trabalhar seu conteúdo inbound sendo B2B ou B2C, acredite.


5 - Receita

Outra métrica essencial é o momento de determinar seu processo de vendas e também fazer o seu chefe feliz :)

Tenha sempre em mente que esse é, possivelmente, o indicador que levará mais tempo para ser aperfeiçoado.

Algumas dicas para você chegar cada vez mais próximo de um número realista:

- Realizar testes A/B;
- Entender quais canais de mídias sociais funcionam para seu negócio;
- Observar os números de seus posts publicados e apostar nos temas com maior força;
- Não se esquecer dos leads em processo de meio e fundo de funil (isso acontece com muita frequência - sempre nos preocupamos com os novos e esquecemos dos avançados).

Enquanto está aprimorando essas frentes, não se desespere. Os números serão nutridos, são crescentes e você terá orgulho deles dentro de alguns meses.

Se quiser aprofundar-se nesse assunto e entender um pouco mais sobre ROI baixe nosso ebook exclusivo: "Como calcular o ROI do marketing".

Para determinar e entender sua receita no projeto, eis a fórmula: receita por canal (orgânico, pago, direto, e-mail e afins) ÷ visitas por canal

E então, algumas de nossas métricas fizeram mais sentido para você? Continue acessando nosso blog e inscreva-se em nossa newsletter!

New Call-to-action

Para outros insights, clique aqui: Converter

Posts relacionados

Mais sobre Converter

4 erros comuns em projetos de desenvolvimento de sites

Carlos Tesore

5.set.2016
Mais sobre Converter

O que é Growth Driven Design (GDD)?

Carlos Tesore

19.fev.2016
Mais sobre Converter

Quais são as táticas de marketing mais superestimadas?

Felipe Collins Figueiredo

14.dez.2015

Quer falar sobre resultados? Dá um alô na gente. ;)

Resultado da busca