4 erros comuns em projetos de desenvolvimento de sites

Publicado em 5 de Setembro de 2016 - Tempo de leitura -

Carlos Tesore - Sócio-fundador da Hook Digital

Siga-me:

Qual o retorno que o site da sua empresa traz para o negócio? Você consegue mensurar a qualidade dos leads que chegam por esse canal? Quais páginas ou conteúdos são mais acessados por leads que estão negociando com o time comercial?

desenvolvimento_de_sites_5.png

Essas questões deveriam ser cada vez mais comuns em projetos de replanejamento (ou reformulação) de sites corporativos, mas infelizmente o cenário ainda é bem diferente.

 

Ainda hoje é comum encontrar projetos de reformulação de sites corporativos com briefing que focam apenas em mudança de layout, design, atualização de conteúdos e adaptado para dispositivos móveis. A imagem abaixo tirada de um briefing de cliente exemplifica bem o problema:


desenvolvimento_de_sites.png


Esse sintoma deixa claro que sua estratégia de marketing provavelmente vai mal e que seus resultados de negócios dificilmente serão suportados pela estratégia digital.

 

Quando falamos de reformulação de sites não estamos nos referindo somente à mudança do layout e design para que o site fique com uma “cara” bonita, moderna e atualizada. Mais do que trabalhar a imagem, é fundamental colocar a estratégia,  a experiência do usuário e os conteúdos a frente do processo, pensado sempre no papel desse canal para o seu público-alvo e para o negócio.

 

Para exemplificar, podemos comparar essa situação a uma reforma dentro de casa. Pintar as paredes das salas e dos quartos, com certeza, proporcionará mudanças legais nos ambientes, mas será que só ao fazer isso você solucionou os problemas de vazamentos e infiltrações ou mesmo preparou o ambiente para evitar possíveis contratempos? Se você não fizer isso, provavelmente vai se arrepender mais tarde.

 

Ao planejar a remodelagem de um novo site não é diferente: antes de começar a mexer com a programação e layout, é importante se certificar de que está evitando erros ao longo do caminho.

 

Para tornar esse processo mais otimizado e assertivo, listamos os quatro principais erros comuns de acontecerem nessa etapa. Veja e fuja deles.

 

#1: Não definir meta ou estratégia

Um dos principais erros ao iniciar um projeto de desenvolvimento de sites é não definir o que se espera de retorno com a iniciativa. Sem metas e estratégias claras e bem definidas, a chance de sucesso é reduzida. Para evitar isso, comece pelo estabelecimento de metas. Você pode se basear em metas SMART, que consistem na definição de objetivos específicos, mensuráveis, atingíveis, realistas e previstos.

Por exemplo, digamos que o seu objetivo é gerar 25% a mais de contatos do que no último trimestre. Isso vai afetar o seu redesenho do portal, já que precisará planejar como atender as interações da página de destino. Mas se você não tivesse definido essa meta lá atrás, você não saberia como preparar seu site para suprir essa necessidade, não é mesmo?

 

#2: Ignorar as ferramentas de análise de dados

desenvolvimento_de_sites_4.png

Planejar o desenvolvimento do site com base nas expectativas numéricas, atração e conversão de leads, é uma etapa que deveria ser contemplada em todos os projetos. Um passo fundamental para conseguir alcançar esse resultado por meio do novo site é planejá-lo com a implementação de ferramentas que possibilitem analisar os dados e, assim, tomar decisões assertivas.

Sem considerar uma ferramenta de Analytics no novo site, você não conseguirá analisar o desempenho efetivo do portal e os resultados que estão sendo gerados por ele.

 

#3: Atualizar o conteúdo do site sem focar nas personas

desenvolvimento_de_sites_2.png

Por mais que na última atualização do site você já tenha se preocupado em utilizar palavras-chaves para indexar o conteúdo, é preciso revê-lo novamente.

Com as mudanças no design, estrutura e formato, pode fazer sentido, por exemplo, colocar mais ênfase em ilustrações ou vídeos e diminuir a quantidade de textos. Ou dependendo da estratégia do seu negócio, você vai precisar reescrever todo o conteúdo de acordo com o novo momento e novas metas.

Atenção: quando falamos em marketing de conteúdo, queremos ressaltar a importância de contar com definição de personas. Ela é o ponto de partida para qualquer estratégia digital, especialmente para o site. Se sua empresa não tem a definição correta do perfil do comprador ideal que precisa atrair para o site dificilmente conquistará bons resultados.

 

#4: Não considerar o conceito de Growth Driven Design

O conceito de Growth Driven Design (GDD) permite que sua empresa tenha um site mais rápido, simples, dinâmico e otimizado com base em resultados de negócios. Além disso, as mudanças no site são feitas com base em dados e métricas, o que permite calcular o ROI do projeto a qualquer momento e fazer a mensuração do resultado sem subjetivismo.

O GDD é uma abordagem relativamente nova no mercado, porém tem a agilidade e a economia de valor e recurso que são indispensáveis para viabilizar às novas estratégias de marketing e vendas da sua companhia.

E aí, vamos ver como melhorar seu site para gerar leads e aumentar as vendas?

New Call-to-action

Para outros insights, clique aqui: Converter

Posts relacionados

Mais sobre Converter

O que é Growth Driven Design (GDD)?

Carlos Tesore

19.fev.2016
Mais sobre Converter

Quais são as táticas de marketing mais superestimadas?

Felipe Collins Figueiredo

14.dez.2015

Quer falar sobre resultados? Dá um alô na gente. ;)

Resultado da busca